Chapadão do Sul, 04 de Junho de 2020

Cadastre-se Envie sua notícia JNT Digital Busca no site

Jovem Sul News

Você está em: Página Inicial Saude

Cloroquina é usada em MS sob indicação médica e com aval de paciente

Cloroquina é usada em MS sob indicação médica e com aval de paciente

14:55 | 21 maio 2020
 

Militares durante desinfecção ontem na tenda erguida em frente ao HR Rosa Pedrossian, referência para casos de covid-19. (Foto : Marcos Maluf)

Longe de politização, pacientes já usam o medicamento em hospitais do Estado

Ontem, o Ministério da Saúde divulgou orientações para ampliar o acesso de pacientes com covid-19 ao tratamento medicamentoso precoce, ou seja, no primeiros dias de sintomas. No entanto, também informa que o acesso desses medicamentos só é possível por meio de prescrição médica.

Segundo o ministério, é de competência do médico, em concordância declarada por escrito pelo paciente, o uso do tratamento. No HR (Hospital Regional) Rosa Pedrossian, que é referência para a doença em Campo Grande, o medicamento, na versão hidroxicloroquina, está disponível e é receitado em geral a pacientes internados e com quadro de falta de ar.

“É importante monitorar a parte cardíaca, principalmente paciente que já traz comprometimento cardíaco. Eles são monitorados com eletrocardiograma. A gente ainda não tem tratamento específico para a covid, tudo é a título experimental. O mais importante é utilizar a droga em que esteja sendo observada vantagem clínica”, afirma o infectologista Rodrigo Nascimento Coelho, do Hospital Regional.

A utilização do medicamento segue um protocolo, que já define a dosagem para o paciente.

A infectologista Mariana Croda, da Faculdade de Medicina da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) e do comitê de operações de emergência do Estado, reforça a palavra final da equipe médica. “Cabe ao médico a tomada de decisão. O Ministério da Saúde deixa muito claro que não é obrigação. O médico pode prescrever dentro de critérios, que muitas vezes não são fáceis de ser preenchidos. Tem sido usado em pacientes internados, com grau de gravidade”, afirma.

Fonte: Campograndenews

Postado em: 14:55 | 21 maio 2020
 
JSTV
mais vídeos

É permitida a reprodução ou divulgação, em outros órgãos de comunicação, de notícias ou artigos publicados nesta website, desde que expressamente citada a fonte, ficando aquele que desatender a esta determinação sujeito às sanções previstas na Lei nº 5.259/1967 (Lei de Imprensa) feed
Jovem Sul Comunicações LTDA | Rua Quinze, Nº 537 | Centro | CEP 79560-000 | Chapadão do Sul (MS)
(67) 3562-2500 (67) 9 9967-0034 | CNPJ 03.719.704/0001-07
Desenvolvido por: Mais Empresas | Angeli Comunicações