Chapadão do Sul, 21 de Novembro de 2017

Cadastre-se Envie sua notícia JNT Digital Busca no site

Jovem Sul News

Você está em: Página Inicial Politica

Diretório do PT diz que Lula é vítima de golpe e defende eleições diretas

Diretório do PT diz que Lula é vítima de golpe e defende eleições diretas

14:30 | 14 julho 2017
 

O diretório municipal do Partido dos Trabalhadores em Dourados considera a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva mais um capítulo do “golpe de estado” para impedir sua candidatura em 2018.

Em nota oficial divulgada hoje (14), o diretório afirma que o “golpe” inclui a destruição de direitos historicamente conquistados pelos trabalhadores, fim dos avanços sociais das gestões Lula e Dilma e a inviabilização do PT e de Lula na disputa do ano que vem.

“O Partido dos Trabalhadores sempre defendeu e incentivou o combate à corrupção. É prática política das gestões do PT o fortalecimento das instâncias de controle social e a participação popular na formulação das políticas públicas. Vários foram os avanços que obtivemos, tornando o governo brasileiro nas gestões do PT referência em políticas públicas de transparência e de controle da corrupção”, afirma a nota.

Para o PT douradense, a decisão do juiz Sérgio Moro de condenar Lula a nove anos e seis meses de prisão por corrupção “baseia-se apenas em delações de criminosos apoiados pela grande mídia golpista, comprometida com a liberalização da economia, e em um segmento do Judiciário que flerta com os interesses do capital internacional e setores conservadores da política nacional”.

O partido também liga a sentença à aprovação da reforma trabalhista: “A decisão em condenar uma das maiores lideranças oriunda do movimento sindical no dia seguinte à destruição dos direitos de proteção aos trabalhadores é simbólica, trágica e traduz as motivações meramente políticas”.

“Defendemos a condenação e prisão de todos os envolvidos em corrupção, mas à luz do respeito ao direito à ampla defesa e a existência de provas – como malas de dinheiro, documentos e gravações que atestem o crime, contas em paraísos fiscais e não em teses jurídicas que não garantem a evidência de provas e em que o julgador tenha postura de parcialidade diante do acusado”, continua a nota.

Segundo o PT, a decisão de Sérgio Moro não levou em consideração a falta de provas contra Lula: “é notória e pública as relações políticas, o abuso de poder e o desejo do acusador/juiz em condenar Lula e a Esquerda”.

O diretório encerra a nota manifestando “apoio e solidariedade a Lula e a todos os lutadores e lutadoras sociais que não se calam diante das arbitrariedades, dos retrocessos e dos ataques à nossa frágil democracia” e pedindo eleições diretas para a presidência da República.

Fonte: Campo Grande News

Jovemsulnews/Herik Viana

Postado em: 14:30 | 14 julho 2017
 
É permitida a reprodução ou divulgação, em outros órgãos de comunicação, de notícias ou artigos publicados nesta website, desde que expressamente citada a fonte, ficando aquele que desatender a esta determinação sujeito às sanções previstas na Lei nº 5.259/1967 (Lei de Imprensa) feed
Jovem Sul Comunicações LTDA | Rua Quinze, Nº 537 | Centro | CEP 79560-000 | Chapadão do Sul (MS)
(67) 3562-2500 (67) 9 9967-0034 | CNPJ 03.719.704/0001-07
Desenvolvido por: Mais Empresas | Angeli Comunicações