Chapadão do Sul, 16 de Dezembro de 2019

Cadastre-se Envie sua notícia JNT Digital Busca no site

Jovem Sul News

Você está em: Página Inicial Policia

Estelionatário preso ia de “cidade em cidade” para dar golpe em idosos

Estelionatário preso ia de “cidade em cidade” para dar golpe em idosos

16:44 | 12 agosto 2019
 

Em depoimento à polícia, o estelionatário morador de São Paulo (SP) José Sales de Sousa, 51 anos, preso no sábado (10) após aplicar golpe num cliente da agência do Banco do Brasil, localizado na Rua Maracaju, confessou o crime e disse que vai de cidade em cidade para saquear idosos. “Faço essas patifarias mesmo”. Ele afirmou ainda que mantém contato com comparsas de outros Estados. Depois que aplica os golpes, ele parte para outros municípios.

No momento da prisão, Janderson Ramos da Silva, comparsa de José Sales, conseguiu fugir num Hyundai HB20 preto de Belo Horizonte (MG), que pertence a uma locadora. Horas depois, o veículo foi abandonado na Avenida Mato Grosso. Janderson foi preso neste fim de semana no estado de São Paulo. Com José Sales foram apreendidos vários cartões bancários de diversas agências e R$ 635 em dinheiro. A Polícia Civil já vinha monitorando os autores.

Segundo a Polícia Civil, durante monitoramento dos acusados numa das agências do Banco do Brasil, avistou por diversas vezes, José Sales e outros integrantes da quadrilha, abordando clientes no caixa eletrônico e oferecendo auxílio. José Sales explicou que os comparsas dele lhe repassam, via Whatsapp, boletos de multas, impostos de veículos e outros a serem pagos. Ele, então, furta o cartão da vítima para realizar os pagamentos. Pelo serviço recebe de 25 a 30% do valor do boleto.

Golpe – No último golpe aplicado antes de ser preso, José Sales que trocava cartões de idosos em agências bancárias da Capital, usou o cartão trocado num caixa eletrônico da Avenida Afonso Pena para pagar imposto. De acordo com o boletim de ocorrência, o golpista pagou R$ 10 mil de tributo na manhã de sábado (10).

O integrante da quadrilha se passou por funcionário da agência bancária e se aproximou de um idoso de 83 anos. Com um papel do banco orientou o idoso a cadastrar a biometria. Durante a operação, ele trocou o cartão do cliente, que só percebeu que estava com o cartão de outra pessoa mais tarde.

Além do pagamento de R$ 10 mil em imposto, o integrante da quadrilha ainda usou o cartão para fazer duas compras no valor de R$ 1 mil e R$ 999,00. Segundo o registro policial, a vítima do último golpe do integrante da quadrilha teve um prejuízo de R$ 13.998,00. José Sales já foi preso várias vezes pelo mesmo crime no Estado de São Paulo.

A 1ª Delegacia de Polícia Civil possui vários inquéritos policiais instaurados para apuração de diversos boletins de ocorrência registrados por idosos que tiveram cartões trocados por outro no interior da agência, por indivíduos se passando por funcionários. Após contato com essas pessoas, os idosos percebiam a utilização de valores da conta corrente e crédito para pagamento de contas, impostos e saques.

Dessa forma, foi confeccionado, a partir das imagens obtidas nas agências bancarias um dossiê com a fotografia dos integrantes do grupo criminoso responsável por esse tipo de crime na Capital. A quadrilha atua em MS e MT. A investigação continua para prender o restante do bando.

Fonte: Campograndenews

Postado em: 16:44 | 12 agosto 2019
 
JSTV
mais vídeos

É permitida a reprodução ou divulgação, em outros órgãos de comunicação, de notícias ou artigos publicados nesta website, desde que expressamente citada a fonte, ficando aquele que desatender a esta determinação sujeito às sanções previstas na Lei nº 5.259/1967 (Lei de Imprensa) feed
Jovem Sul Comunicações LTDA | Rua Quinze, Nº 537 | Centro | CEP 79560-000 | Chapadão do Sul (MS)
(67) 3562-2500 (67) 9 9967-0034 | CNPJ 03.719.704/0001-07
Desenvolvido por: Mais Empresas | Angeli Comunicações