Chapadão do Sul, 21 de Fevereiro de 2020

Cadastre-se Envie sua notícia JNT Digital Busca no site

Jovem Sul News

Você está em: Página Inicial Policia

Elucidado assassinato de Ingred com relato de ações de terror e crueldade

Elucidado assassinato de Ingred com relato de ações de terror e crueldade

15:08 | 23 janeiro 2020
 

Polícia Civil periciou o local e encaminhou o corpo para o IML

No final da manhã desta quinta-feira, 23 de janeiro, menos de 24 horas após encontrado o corpo da menor Ingred Lopes Ribeiro, a Polícia Civil de Chapadão do Sul, no comando do Delegado Dr. Felipe Machado Potter elucidou o caso.

Ingred foi morta com requinte de terror e crueldade, principalmente por tratar-se de uma pré-adolescente, com apenas 13 anos de idade.

Ainda ontem, durante a noite, logo após que o corpo foi encontrado, enterrado ao lado de uma residência, na Rua Perdizes, no Bairro Esplanada III, a Polícia Civil conseguiu prender a proprietária do imóvel, que confessou naquele momento, ter ajudado a ocultar o corpo e lavar o sangue da casa. Ela foi imediatamente presa.

Na manhã de hoje (23), um menor, com 15 anos de idade esteve na Delegacia de Polícia, acompanhado da mãe e confessou a sua participação no crime, e ainda, relatou muito mais detalhes do ocorrido, se comparado ao depoimento da proprietária do imóvel.

O menor disse que desferiu facadas em Ingred e a mulher do imóvel desferiu golpes de machado na cabeça da garota. Ainda, segundo o garoto, o corpo ficou no interior da casa por quatro dias, só então resolveram enterrá-lo ao lado de dois conjuntos de construção da mesma casa.

Os autores teriam encoberto a cabeça da garota com sacos plásticos para evitar mais sangue na casa e amarraram as mãos e os pés após a morte. O motivo do crime pode estar relacionado à desacertos do submundo das drogas.

Após a perícia no local, o corpo foi encaminhado ao IML de Parnaíba, onde foi recolhido material genético para exames de DNA, que será comparado à mulher que se apresenta como mãe de Ingred.

Este crime chocou a cidade e a região de Chapadão do Sul, repercutindo até em outros estados, diante da crueldade com uma pré-adolescente.

O Delegado disse que vai representar junto ao Judiciário pela internação do garoto que confessou o crime, concluir o inquérito, com a mulher presa na Delegacia e o encaminhar para o Judiciário.

Veja abaixo notícias relacionadas.

Filha saiu de casa há dois meses e mãe desesperada está a sua procura

Aumentam os indícios de que corpo encontrado é mesmo de jovem desaparecida

 

Fonte: Jovemsulnews (Norbertino Angeli)

Postado em: 15:08 | 23 janeiro 2020
 
JSTV
mais vídeos

É permitida a reprodução ou divulgação, em outros órgãos de comunicação, de notícias ou artigos publicados nesta website, desde que expressamente citada a fonte, ficando aquele que desatender a esta determinação sujeito às sanções previstas na Lei nº 5.259/1967 (Lei de Imprensa) feed
Jovem Sul Comunicações LTDA | Rua Quinze, Nº 537 | Centro | CEP 79560-000 | Chapadão do Sul (MS)
(67) 3562-2500 (67) 9 9967-0034 | CNPJ 03.719.704/0001-07
Desenvolvido por: Mais Empresas | Angeli Comunicações