Chapadão do Sul, 24 de Julho de 2019

Cadastre-se Envie sua notícia JNT Digital Busca no site

Jovem Sul News

Você está em: Página Inicial Gerais

FCO para pessoa física financiar geração de energia elétrica será aberto em 1º de setembro

FCO para pessoa física financiar geração de energia elétrica será aberto em 1º de setembro

17:07 | 13 maio 2019
 

A partir de 1º de setembro deste ano estará disponível no Banco do Brasil a linha de crédito, via FCO (Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste) para o financiamento de aquisição e instalação de placas fotovoltaicas em residências ou condomínios residenciais por pessoas físicas para a micro e mini geração de energia elétrica.

O prazo foi confirmado ao secretário Jaime Verruck, da Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), pela Diretoria de Governo do Banco do Brasil, durante a reunião do Comitê Técnico do Conselho Deliberativo do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Condel/Sudeco) realizada quinta-feira (9.5), em Brasília.

“O FCO dispõe de R$ 100 milhões para financiar projetos dessa natureza. É um percentual do volume total de recursos para o Centro-Oeste, que já está previsto na regulamentação e na programação orçamentária do Fundo. Foi uma conquista capitaneada pelo Governo de Mato Grosso do Sul e aprovada com os demais governadores”, lembra o secretário Jaime Verruck.

O financiamento de aquisição isolada de sistemas de micro e mini geração distribuída de energia elétrica por meio de fontes renováveis foi inserido na Resolução CONDEL/SUDECO n. 77, de 04 de abril de 2018. De acordo com o titular da Semagro, “esse tipo de financiamento via FCO para pessoa física foi uma inovação que implantamos, numa ótica estratégica para estimular a energia renovável e fomentar o mercado de montagem, venda de placas, manutenção. Teremos 3 meses para a utilização dos R$ 100 milhões disponíveis, mas essa é uma linha de crédito para a qual há uma demanda emergente e acreditamos na aplicação em sua totalidade”.

A dificuldade, segundo o que foi apresentado pelo Banco do Brasil na reunião do Comitê Técnico do Condel, está sendo a adequação dos procedimentos internos da instituição para realizar uma operação dessa natureza. “O banco informou que o sistema ainda está em desenvolvimento pois tem de atender as exigências do FCO, com uma análise de crédito individual, com base na capacidade de endividamento da pessoa física e operações rápidas. Mas o compromisso assumido foi de que essa linha estará disponível a partir de 1º de setembro para clientes pessoa física”, acrescentou Jaime Verruck.

A linha de crédito do FCO permite o financiamento, com o teto de R$ 100 mil, de todos os bens e serviços necessários à viabilização do projeto de micro e mini geração de energia elétrica, com prazo de até 8 anos, incluindo o período de carência de até 6 meses.

Fonte: Portal do Governo de Mato Grosso do Sul

 

Postado em: 17:07 | 13 maio 2019
 
É permitida a reprodução ou divulgação, em outros órgãos de comunicação, de notícias ou artigos publicados nesta website, desde que expressamente citada a fonte, ficando aquele que desatender a esta determinação sujeito às sanções previstas na Lei nº 5.259/1967 (Lei de Imprensa) feed
Jovem Sul Comunicações LTDA | Rua Quinze, Nº 537 | Centro | CEP 79560-000 | Chapadão do Sul (MS)
(67) 3562-2500 (67) 9 9967-0034 | CNPJ 03.719.704/0001-07
Desenvolvido por: Mais Empresas | Angeli Comunicações