Chapadão do Sul, 16 de Outubro de 2019

Cadastre-se Envie sua notícia JNT Digital Busca no site

Jovem Sul News

Você está em: Página Inicial Gerais

Comunicado Sanesul

Comunicado Sanesul

15:57 | 8 outubro 2019
 

Atendendo a sua solicitação da população por maiores informações, a Sanesul esclarece sobre dois assuntos que são distintos e que estão ocorrendo em relação a água fornecida a cidade. São duas situações que se referem a fatos diferentes, sendo casos pontuais e totalmente distintos entre si.

Primeiro caso – Com relação ao PH da água, a Empresa de Saneamento de MS informa que faz um monitoramento rigoroso de todo sistema de abastecimento de água nas cidades em que opera, incluindo Chapadão do Sul, e atende todas as exigências legais estipuladas no anexo XX da portaria n° 5 de consolidação do Ministério da Saúde, que dita os padrões de qualidade e potabilidade da água tratada.

Nesta legislação existe a recomendação da correção do PH para valores entre 6,0 a 9,5. Apesar de não ser uma determinação, a Sanesul vem realizando investimentos no sentido de melhorando o PH em acordo com a recomendação do Ministério da Saúde e garantir atendimento às expectativas da população de Chapadão do Sul, onde o PH da água é baixo. Durante os testes, na última semana houve uma paralisação não programada em um dos poços, alterando a dosagem do produto de tratamento da água.

“Ressaltamos que, foram feitas análises que garantiram que os padrões de potabilidade foram mantidos, sem risco a população. A análise da água feita pela estatal mostrou que o pH ficou em 8,0 dentro do recomendado pelo Ministério da Saúde. (Origem: PRT MS/GM 2914/2011, Art. 39, § 1º). Ou seja, não havendo nenhum problema para consumo.

Segundo caso – Com relação à ocorrência de material particulado escuro encontrado na rede, a Sanesul informa que, em função das características geológicas, existem substâncias na água de determinadas regiões que, quando em eventos de falta d’água, entram em contato com o ar na rede de distribuição que seca e oxidam, como o ferro e o manganês.

Mesmo em teores muito abaixo do que o permitido pela Portaria de Consolidação do Ministério da Saúde, como é o caso em Chapadão, este material oxidado surge na forma de um “pó preto” que se acumula nas paredes da tubulação de distribuição. Quando o abastecimento retorna, este material se desprende e é identificado na água distribuída em algumas regiões.

As equipes de campo da Sanesul identificaram rapidamente esta ocorrência e realizaram descargas de água em pontos estratégicos até que o material identificado fosse extinguido.

A Sanesul reforça que cumpre todas as exigências legais e normas vigentes, em especial no que se refere à qualidade da água. Para dar segurança ao consumidor realizando em Chapadão do Sul em média 540 análises de água distribuída por ano (em média 45 análises por mês), além das análises da qualidade da água bruta captada nos 08 (oito) poços que atendem o município de Chapadão do Sul. Os resultados analíticos destas coletas estão à disposição da população no site do Vigiágua do Governo Federal e podem ser consultados a qualquer momento.

Link para maiores consultas: http://www.sanesul.ms.gov.br/legislacao
Fonte:Jovemsulnews/Assessoria de Comunicação Sanesul

Postado em: 15:57 | 8 outubro 2019
 
É permitida a reprodução ou divulgação, em outros órgãos de comunicação, de notícias ou artigos publicados nesta website, desde que expressamente citada a fonte, ficando aquele que desatender a esta determinação sujeito às sanções previstas na Lei nº 5.259/1967 (Lei de Imprensa) feed
Jovem Sul Comunicações LTDA | Rua Quinze, Nº 537 | Centro | CEP 79560-000 | Chapadão do Sul (MS)
(67) 3562-2500 (67) 9 9967-0034 | CNPJ 03.719.704/0001-07
Desenvolvido por: Mais Empresas | Angeli Comunicações