Chapadão do Sul, 16 de Outubro de 2019

Cadastre-se Envie sua notícia JNT Digital Busca no site

Jovem Sul News

Você está em: Página Inicial Colunistas

Perigos da mente

Perigos da mente

10:58 | 14 junho 2019
 

Perigos da mente

A SAÚDE MENTAL é um dos pilares da saúde total.  Enfrentamos muitas doenças nessa área que atrapalham nosso convívio social e desequilibra outras áreas. Queria falar um pouco sobre um transtorno que vem alcançando muitas pessoas e cada vez mais frequente. Você já ouviu falar do SÍNDROME DO PÁNICO? Vamos entender.

– É um transtorno de Ansiedade caracterizado pela ocorrência de inesperadas crises(ataques) de pânico. Ocorrem ataques repetidos de medo intenso de que algo ruim aconteça de forma inesperada e uma expectativa ansiosa de ter novas crises.

– É quando a Ansiedade começa afetar nossas vidas.

– É mais frequente em mulheres, e a idade média de início é de 25 anos.

São inúmeras causas que provavam esse transtorno como:

Fatores Sociais:  História recente de divórcio, separação de alguém e perdas/Genético/Multifatorial.

Para entender melhor como as pessoas se sentem, listei alguns relatos vivos.

  • “De repente os olhos embaçaram, eu fiquei tonto, não conseguia respirar, me sentia fora da realidade, comecei a ficar com pavor daquele estado, eu não sabia aonde ia parar, nem o que estava acontecendo…“
  • ” …era uma coisa que parecia sem fim, as pernas tremiam, eu não conseguia engolir, o coração batendo forte, eu estava ficando cada vez mais ansiosa, o corpo estava incontrolável, eu comecei a transpirar, foi horrível…“
  • “Depois da primeira vez eu comecei a temer que acontecesse de novo, cada coisa diferente que eu sentia e eu já esperava… ficava com medo, não conseguia mais me concentrar em nada… deixei de sair de casa, eu não conseguia nem ir trabalhar.“

SINTOMAS

  • O ataque de pânico começa de repente e, na maioria das vezes, atinge seu ápice dentro de 10 a 20 minutos.
  • Os ataques de pânico podem incluir ansiedade por estar em uma situação da qual seria difícil escapar (como estar no meio de uma multidão ou viajando em um carro ou ônibus).
  • A agorafobia surge quando o medo de futuros ataques de pânico leva alguém a evitar situações ou lugares que acredita que causem os ataques. Isso pode levar a pessoa a restringir muito os lugares aonde vai ou suas relações pessoais.

O Pânico pode ser confundido com ataque cardíaco por isso é importante diferenciar com a ajuda de um médico.

As pessoas com síndrome do pânico têm pelo menos quatro dos seguintes sintomas durante um ataque:

  • Dor no peitoou desconforto
  • Tonturaou desmaio
  • Medo de morrer
  • Medo de perder o controle ou de uma tragédia iminente
  • Sensação de engasgar
  • Sentimentos de indiferença
  • Sensação de estar fora da realidade
  • Náuseas ou mal-estar estomacal
  • Dormênciaou formigamento nas mãos, nos pés ou no rosto
  • Palpitações, ritmo cardíaco acelerado ou taquicardia
  • Sensação de falta de ar ou sufocamento
  • Suor, calafrios ou ondas de calor
  • Tremores

Depois de ter uma crise de pânico a pessoa pode desenvolver medos irracionais (chamados fobias) dessas situações e começar a evitá-las.

TRATAMENTO

O objetivo do tratamento é ajudar a pessoa a agir normalmente na vida cotidiana.

Medicamentos e terapia cognitivo-comportamental (TCC).

A terapia cognitivo-comportamental ajuda a entender seus comportamentos e o que fazer para mudá-los.

  • Reconhecer e substituir os pensamentos que causam pânico, diminuindo o sentimento de impotência.
  • Gerenciar o estresse e relaxar quando os sintomas ocorrerem.
  • Imaginar as situações que causam a ansiedade, começando pela menos assustadora.

Dicas e Ações que também podem ajudar a reduzir o número e a gravidade dos ataques de pânico:

  • Fazer exercícios regulares
  • Dormir o suficiente
  • Fazer refeições regulares
  • Evitar a cafeína, alguns remédios para gripe e estimulantes.
  • As doenças não só afetam a parte física, mais a mente também. Afetando a mente, o corpo sofre e consequentemente poderá originar outras doenças.

Para melhorar sua qualidade de vida ABRA SUA MENTE, busque ajuda.  Busque profissionais que trabalhem com esse transtorno (Psiquiatra, Psicólogo, Terapeutas e outros).

Gosto de mencionar uma frase para melhor o entendimento de nossa mente: As pessoas reagem de forma diferente. Não como querem, mais sim como podem.

CUIDE BEM DO SEU CORPO.

Postado em: 10:58 | 14 junho 2019
 
É permitida a reprodução ou divulgação, em outros órgãos de comunicação, de notícias ou artigos publicados nesta website, desde que expressamente citada a fonte, ficando aquele que desatender a esta determinação sujeito às sanções previstas na Lei nº 5.259/1967 (Lei de Imprensa) feed
Jovem Sul Comunicações LTDA | Rua Quinze, Nº 537 | Centro | CEP 79560-000 | Chapadão do Sul (MS)
(67) 3562-2500 (67) 9 9967-0034 | CNPJ 03.719.704/0001-07
Desenvolvido por: Mais Empresas | Angeli Comunicações