Chapadão do Sul, 22 de Julho de 2019

Cadastre-se Envie sua notícia JNT Digital Busca no site

Jovem Sul News

Você está em: Página Inicial Colunistas

O grande vilão das dores de coluna

O grande vilão das dores de coluna

11:49 | 13 maio 2019
 

Foi divulgada por uma plataforma digital, uma lista das doenças mais buscadas na internet em 2018. Dentre elas uma das mais buscadas foi a DOR do NERVO CIÁTICO.

No meu dia-a-dia, atendo muitos casos de dor em coluna lombar. Vejo que o número das pessoas que sofrem de dor vem aumentando e isso se deve a vários fatores.

Primeiro vamos entender o que é o nervo ciático.

O nervo ciático é o maior nervo do corpo humano, nasce na região lombar e se estende até o pé. É a junção de todas as raízes nervosas do plexo lombar. Segue pela face posterior do quadril, desce por trás da coxa e do joelho de cada perna até o primeiro dedo do pé. Ele é responsável em grande parte pela inervação sensitiva, motora e das articulações dos membros inferiores.

A dor pode caminhar desde a coluna lombar para a região glútea (nádegas), coxa, chegando nos pés. Por isso dizemos que é uma dor irradiada. Resumindo, a dor pode estar em um só lugar ou viajar. Além da dor a pessoa pode sentir perda de sensibilidade, perda de força em membros inferiores e formigamento.

A dor ciática pode ser produzida pela inflamação desse nervo ou pela compressão de alguma raiz nervosa do plexo lombar, que pode ser causada por situações diferentes:

Excesso de peso, falta de exercício físico, permanecer muitas horas sentado com postura inadequada causam dor por prejudicar o alinhamento da coluna. Existe também a sobrecarga dos discos intervertebrais que podem causar hérnias e comprimir as raízes nervosas. Outros fatores frequentes são o desgaste dos discos, traumas, síndrome do músculo piriforme ao nível do quadril, deslizamento das vertebras e até mesmo tumores.

Tenho dor na coluna lombar. O que fazer?

Primeiramente tenho que buscar um profissional da área para descrever a dor e ser examinado. Dependendo do caso pode ser necessário realizar alguns exames de imagem para buscar a origem da dor e então tratar. Na atualidade temos muitos exames como a radiografia, ressonância magnética, tomografia, eletroneuromiografia, mas cada caso tem sua necessidade.

Descobrindo a causa, podemos tratar de várias maneiras. Na maioria dos casos iniciamos com o tratamento conservador. Perda de peso é importante quando se constata o sobrepeso. A fisioterapia tem um papel importantíssimo no tratamento em suas diferentes modalidades. O repouso em caso de crises. Medicamentos prescritos por profissionais. E tem também o tratamento cirúrgico quando se identifica uma causa necessária.

Concluindo que cada caso deve ser tratado de forma diferente e personalizado.

Podemos prevenir essas dores mantendo o peso ideal a nossa estrutura óssea, praticando exercícios, alongando para fortalecer a musculatura da região lombar e posterior da coxa. Inclusive se policiando para manter uma postura adequada.

CUIDE BEM DO SEU CORPO!

Postado em: 11:49 | 13 maio 2019
 
É permitida a reprodução ou divulgação, em outros órgãos de comunicação, de notícias ou artigos publicados nesta website, desde que expressamente citada a fonte, ficando aquele que desatender a esta determinação sujeito às sanções previstas na Lei nº 5.259/1967 (Lei de Imprensa) feed
Jovem Sul Comunicações LTDA | Rua Quinze, Nº 537 | Centro | CEP 79560-000 | Chapadão do Sul (MS)
(67) 3562-2500 (67) 9 9967-0034 | CNPJ 03.719.704/0001-07
Desenvolvido por: Mais Empresas | Angeli Comunicações