Chapadão do Sul, 12 de Novembro de 2018

Cadastre-se Envie sua notícia JNT Digital Busca no site

Jovem Sul News

Você está em: Página Inicial Agronegocio

Produção de milho em MS tem queda estimada em 32%

Produção de milho em MS tem queda estimada em 32%

Informação foi divulgada no 12º levantamento de grãos da Conab

17:42 | 11 setembro 2018
 

Produção do milho safrinha em Mato Grosso do Sul fechou com queda de 32% na safra 2017/2018, totalizando 6,536 milhões de toneladas, frente a 9,690 milhões no ciclo anterior. Os dados são do 12º Levantamento de Grãos, divulgado hoje pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Ainda conforme o estudo, a área plantada do cereal teve recuo de 2,3% no Estado e saiu de 1,759 milhão de hectares para 1,720 milhão de hectares. A produtividade da cultura apresentou redução ainda mais expressiva (-30,4%), ficando em 3.800 quilos por hectare, ante 5.460 kg/ha na safra 2016/2017.

A produção total de grãos em Mato Grosso do Sul teve queda de 11,6% nesta safra, saindo de 18,784 milhões de toneladas para 16,608 milhões de toneladas. Apenas a área total cultivada teve resultado positivo e avançou 2,3%, ficando em 4,54 milhões de hectares, frente a 4,44 milhões na safra anterior.

A produtividade da safra total de grãos sul-mato-grossense também fechou em queda (-13,6%), ficando em 3.654 quilos por hectare. Na safra 2016/2017, havia sido de 4.229 kg/ha.

NACIONAL

A produção brasileira de grãos fecha o ciclo 2017/2018 com produção estimada em 228,3 milhões de toneladas, segundo a Conab. O número confirma a colheita como a segunda maior do país, atrás apenas que a registrada na safra passada.

A área manteve-se próxima à estabilidade, com ligeira alta de 1,4%, passando de 60,9 milhões de hectares para 61,7 milhões de hectares.

O desempenho da safra atual só não foi melhor devido à produtividade que registrou queda em nível nacional de 5,2%, impulsionada, principalmente, pelo desempenho do milho segunda safra em quase todas as regiões brasileiras.

Segundo análise da Conab, o atraso no plantio da soja fez com que os agricultores perdessem a janela ideal para plantar, o que gerou impacto direto na produtividade. Além disso, a área destinada para o grão também diminuiu, uma vez que as condições de mercado não estavam tão favoráveis como em outros anos.

Fonte: correiodoestado

Postado em: 17:42 | 11 setembro 2018
 
É permitida a reprodução ou divulgação, em outros órgãos de comunicação, de notícias ou artigos publicados nesta website, desde que expressamente citada a fonte, ficando aquele que desatender a esta determinação sujeito às sanções previstas na Lei nº 5.259/1967 (Lei de Imprensa) feed
Jovem Sul Comunicações LTDA | Rua Quinze, Nº 537 | Centro | CEP 79560-000 | Chapadão do Sul (MS)
(67) 3562-2500 (67) 9 9967-0034 | CNPJ 03.719.704/0001-07
Desenvolvido por: Mais Empresas | Angeli Comunicações