Chapadão do Sul, 24 de Maio de 2018

Cadastre-se Envie sua notícia JNT Digital Busca no site

Jovem Sul News

Você está em: Página Inicial Agronegocio

Abrapa inicia por MS a Mobilização de Adesão ao Standard Brasil SBRHVI

Abrapa inicia por MS a Mobilização de Adesão ao Standard Brasil SBRHVI

16:34 | 11 Maio 2018
 

Renato Bürgel, vice-presidente da Ampasul, Adão Hoffmann, Diretor Executivo, edson Tetsuje Mizoguchi, Gestor do Programa de Qualidade da Abrapa, o Presidente da Ampasul, Walter Schlatter e a Assessora da Presidência da Abrapa, Silmvar Salvati Ferraresi

Na noite desta quinta-feira, 10 de maio, a Assessora da Presidência da Abrapa, Associação Brasileira dos Produtores de Algodão, Silmara Salvati Ferraresi e o Gestor do Programa de Qualidade, Edson Tetsuji Mizoguchi estiveram em Chapadão do Sul (MS), para a primeira reunião da Mobilização de Adesão ao Standard Brasil SBRHVI. Este encontro será realizado em todos os estados produtores de algodão, em parceria com as associações estaduais.

Ocorreu o evento na Casa do Produtor, no Parque de Exposições do Sindicato Rural e contou com a participação de produtores, gerentes de algodoeiras, classificadores de algodão, gerentes comerciais, consultores, do Presidente da Ampasul, Associação Sul-Mato-Grossense dos Produtores de Algodão, Walter Schlatter, do Vice-Presidente, Renato Bürgel e do Diretor Executivo da Ampasul, Adão Hoffmann.

A Abrapa, a exemplo do que se faz nos Estados Unidos já há décadas, vem se dedicando, desde 2010, na criação do Standard Brasil HVI, para dar maior transparência, credibilidade e confiança nas comercializações de algodão junto ao mercado interno e externo, lembrou Edson Mizoguchi.

O novo sistema trará a rastreabilidade dos fardos de algodão desde o seu beneficiamento na algodoeira até o destino final na indústria, mantendo a integridade das informações relacionadas a cada fardo; como o estado e município produtor, a fazenda que cultivou, a usina que beneficiou, além de todas as características intrínsecas de qualidade da fibra.

Os gerentes dos laboratórios já passaram por um treinamento e foi inaugurado o CBRA – Centro Brasileiro de Referência em Análise de Algodão. Trata-se de um laboratório de análise de HVI, construído em Brasília, que fará a rechecagem de 0,5% de todas as análises de HVI feitas no Brasil, safra a safra.

Os produtores estão sendo informados do programa, mas para participar devem se cadastrar a cada safra, através do convite da associação estadual, para que a sua produção depois de analisada as características da fibra, esteja disponível no sistema para sua visualização e gestão dos lotes a serem comercializados. Esses lotes serão apresentados ao comprador através de um link disponibilizado pelo produtor, cujo conteúdo ficará disponível até 96 horas, em se confirmando a transação comercial, é feita a liberação das suas características para o comprador por tempo indeterminado.

Os cotonicultores serão convidados a participar, através de e-mail enviado pela associação estadual. No expediente é encaminhado um link para preenchimento da adesão. Na reunião de Mobilização foram apresentados os detalhes para preenchimento do cadastro. Em caso de dúvida, ou aqueles que não participaram da reunião devem procurar a Ampasul para se informar.

Segundo a Abrapa, o sistema é extremamente seguro, o produtor poderá escolher as informações que julgar necessárias para a negociação e mantém o restante do conteúdo em absoluto sigilo, e somente o produtor ou pessoas indicadas por ele, terão acesso através de login individual.

Antes da apresentação do Standard Brasil SBRHVI, a Assessora Silmara apresentou o movimento “Sou de Algodão” e o seu mecanismo para promover a fibra natural. O objetivo da campanha é incentivar o uso da fibra na indústria da moda e, consequentemente, pelos consumidores finais. Silmara igualmente citou o exemplo dos Estados Unidos, país que há 50 anos mantém uma ampla campanha de promoção do algodão, já chegando à América Latina Ásia e até na Europa, visando sensibilizar as indústrias e consumidores sobre as vantagens do uso dos tecidos de algodão.

Fonte: Ampapsul

Postado em: 16:34 | 11 Maio 2018
 
É permitida a reprodução ou divulgação, em outros órgãos de comunicação, de notícias ou artigos publicados nesta website, desde que expressamente citada a fonte, ficando aquele que desatender a esta determinação sujeito às sanções previstas na Lei nº 5.259/1967 (Lei de Imprensa) feed
Jovem Sul Comunicações LTDA | Rua Quinze, Nº 537 | Centro | CEP 79560-000 | Chapadão do Sul (MS)
(67) 3562-2500 (67) 9 9967-0034 | CNPJ 03.719.704/0001-07
Desenvolvido por: Mais Empresas | Angeli Comunicações